Doação de agasalho

Quem tem roupas e cobertores sem uso pode doá-los para a Campanha do Agasalho da Fundação Pró-Renal. São aceitas doações de roupas, calçados, jaquetas e cobertores para ajudar a manter os serviços prestados aos pacientes renais. Desafogue o guarda-roupa e ajude quem precisa.

campanha agasalho

Anúncios

Ajude a encher a loja vazia

“Você já entrou numa loja para deixar roupas?”. Provavelmente, ainda não. Mas pode fazer agora com a campanha do agasalho promovida pelos Rotary Clubs de São José dos Pinhais. O criativo projeto tem uma proposta bem diferente na qual as pessoas vão até uma loja não para adquirir roupas, mas sim para doá-las. No primeiro andar do Shopping São José está localizada a loja vazia, apenas com prateleiras, cabides e manequins, que é o posto de arrecadação de agasalhos. Aos poucos a loja está sendo montada com as doações deixadas pela população.

Todo o material arrecadado será destinado a APAE São José dos Pinhais e ao Patronato Santo Antonio. Para ajudar a preencher a loja vazia e aquecer os beneficiados dessas duas instituições sociais basta entregar a doação na própria loja. Mas não demore muito pois a campanha vai apenas até o próximo domingo, dia 14. Vários famosos já passaram por lá para dar sua contribuição. A atriz global mirim Jesuela Moro, natural de São José dos Pinhais, foi uma delas. Colabore você também com a ação.

#VemDoar ‎#ALojaVazia

jesuela

 

Lixo ou doação? Resolva essa questão…

Quantas vezes depois daquela super arrumação no guarda-roupa separamos várias coisas que não usamos mais e não sabemos o que fazer com elas? Doar? Mas para quem? Lixo? Mais será que alguém não poderia aproveitar? Apenas guardar em outro lugar? Oh, dúvida. Você acha que tudo estará resolvido depois que a faxinar terminar, mas não é bem assim. É importante também encontrar o destino certo que seus (futuros ex-)pertences irão tomar. Afinal de contas, apenas guardar em outro lugar da casa não pode ser uma opção de escolha.

Para começar, esclarecemos que todo tipo de material (tá bom, quase todo, não vão querer doar coisas ilícitas como drogas, né?) pode ser doado desde que esteja em plenas condições de uso. Podem ser roupas, cobertores, alimentos, móveis, livros, brinquedos, material de construção, eletrodomésticos, material de primeiros socorros,  fraldas descartáveis novas (infantil e geriátrica), computadores e equipamentos de informática, entre muitos outros.

Certo. Já sabemos o que pode ser doado. Mas será que o que eu tenho em casa está “em condições de uso”? O coordenador do Conselho de Logística e Materiais do programa Ciranda de Pais, Delmar Francisco Silva, dá a dica. “Doar não é dar para alguém algo que você sabe que tem que ir pro lixo, mas tem pena de jogar fora”, aconselha. Logo, materiais como roupas rasgadas e sujas, móveis quebrados e livros rasgados não devem ser doados. O destino correto desses materiais é o LIXO, se possível o reciclável.

Isso se deve ao fato de que a maioria das instituições sociais que se encarregam de entregar as doações  não têm estrutura para lavar ou consertar esses materiais. Além de que, não é porque as pessoas não tem condições de comprar roupas novas que elas vão se sentir bem andando com roupa (rasgada, suja…) que não é do agrado de ninguém.

Doações são recursos muito importantes para a maioria das entidades sociais porque, muitas vezes, elas utilizam o atrativo material, de doar alguma coisa, em um primeiro momento, para “fisgar” as famílias que estão à margem da sociedade e para trazer a elas dignidade por meio da participação em  projetos sociais.

É fundamental destacar que sempre existem muitas pessoas dispostas a doar algo em datas comemorativas como natal, páscoa, dia das crianças… Mas as pessoas que precisam de ajuda necessitam de colaboração o ano todo. “A verdadeira doação deve ser continuada. Melhor ajudar várias vezes ao ano, com pouca coisa, do que uma vez com exagero”, alerta Delmar.

E não saber para quem doar não pode mais ser desculpa. Existem muitas instituições aqui em Curitiba e na Região Metropolitana que sempre precisam de doações. No lado direito nosso blog você encontra uma lista com os contatos de vários desses locais no link “Instituições Sociais”. Sem falar nos pedidos de doações que são publicados no blog e podem ser encontrados no link “Doações”. As entidades, geralmente, mantêm um lugar de coleta de doações e algumas até mesmo buscam o material aí na sua casa.

Confira as dicas de doação de cada tipo de material:

ROUPAS E COBERTORES: Devem estar sem rasgos ou defeitos, limpos e dobradas.

ALIMENTOS: Embalagens fechadas e dentro do prazo de validade.

MÓVEIS: Se está quebrado jogue no lixo, de preferência o reciclável. Todos os móveis, sejam eles sofá, cama, armário, pia, mesa e cadeira, têm que estar completo (com todas as partes) e em condições de uso.

LIVROS: Com todas as páginas e sem resuras. Preferência para livros infantis.

BRINQUEDOS: Sem peças soltas ou quebradas. Se não é seguro para o seu filho, também não é seguro para os filhos de outras famílias.

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO: Deve ser encaminhado para casos específicos em que o material é realmente necessário. Alguns materiais usados podem ser doados, desde que ainda estejam em condições de serem reaproveitados.

ELETRO, ELETRÔNICA E INFORMÁTICA: Somente em funcionamento e com voltagem compatível (110V).

FRALDAS E PRIMEIROS SOCORROS: Somente material novo.

Reportagem
Daiane Rosa

Colaboração
Delmar Francisco Silva