Seja voluntário e leve alegria a pacientes em hospitais

Se você sempre teve vontade de ser voluntário em algum hospital, levando alegria e um pouco mais de conforto para pessoas que estão internadas, muitas vezes passando por uma fase difícil da vida, fique de olho nessa dica!

O grupo Doadores D’Alegria visita hospitais. As visitas ocorrem normalmente aos sábados, entre 11h e 13h, é uma parceria entre os Hospitais VITA, Doadores D’Alegria e Grupo Psicosaúde. O objetivo principal é estabelecer ações humanizadas, por meio de atividades que valorizem as emoções, crenças e a singularidade dos indivíduos. A ideia é oferecer a quem está hospitalizado um cuidado além da doença, agregando qualidade na atenção a pacientes e familiares também faz parte da ação.

As atividades são desenvolvidas nas alas de internação e UTIs a partir da interação com os “clows”, uma espécie de palhaço. O trabalho estrutura-se respeitando a decisão do paciente em participar ou não da interação com os voluntários, que exploram novas formas de comunicação com brincadeiras, histórias, músicas, bexigas e várias outras atividades – sempre trabalhando com técnicas e métodos de improviso, trazendo o riso e a alegria ao ambiente.

Como fazer parte dos Doadores D’Alegria

Primeiramente, o trabalho visa uma rotatividade de responsabilidades e mentoria para que assim todo novo membro seja cuidado por alguém mais experiente e cuide dos próximos, ou seja, ao passo que um curso é ministrado, membros formados do curso anterior cuidarão dos estudantes atuais e assim seguindo, quando esses se formarem trabalharão e cuidarão dos novos alunos.

Como a arte do clown exige uma formação base para se apresentar, caso o novo participante não tenha essa formação parte-se do curso interno com duração de 18 semanas.

A partir desta formação completa inicia-se a visitação regular em hospitais, fazendo visitação em quartos e trabalhando também com a equipe de saúde.

Para mais informações, acesse:

www.pibcuritiba.org.br/clowns