Doação de cabelo

Olá leitores!! É com grande satisfação que divulgamos uma bonita história que conta um jeito diferente de ser solidário. Uma prova de que quando a gente quer fazer o bem não há obstáculo que nos faça desistir. Basta querer. O exemplo de hoje é o da simpática Akemy Higuchi que, no fim do ano passado, pediu a ajuda do blog para encontrar um local que aceitasse doação de cabelo.

Nós fizemos uma busca especial junto as instituições cadastradas e descobrimos que a Rede Feminina de Combate ao Câncer, do Hospital Erasto Gaertner, precisava desse tipo de doação. O resultado dessa história você confere abaixo no depoimento enviado pela Akemy, que fez questão de contar a sua experiência para incentivar outras ações solidárias:

As pessoas sempre inventam uma desculpa para não ajudar o próximo. Felizmente este é um espaço onde podemos cooperar uns com os outros. E por não ter uma renda estável não posso me comprometer ajudando pessoas com dinheiro, muito menos posso doar sangue, como sempre quis, pois não tenho os requisitos básicos para tal. Pensando em alternativas que não envolvessem estas questões, resolvi que doaria meu cabelo para crianças ou mulheres com câncer. Era a opção mais viável no momento, sendo que sempre mantive as madeixas longas e bem cuidadas.

Enfim, a saga procurando um local que aceitasse doação foi complicada. Os locais que eu encontrava no momento, não estavam recolhendo cabelo ou não retornavam o contato. Eis que encontrei o Eu Quero Ajudar Curitiba e me indicaram o Erasto Gaertner.

Ao entregar o cabelo, a moça disse que ele seria vendido e mostrou uma caixinha com outros maços. Vou confessar que de início fiquei meio chateada, se fosse pra vender, eu mesma vendia poxa. Queria que alguma pessoa pudesse ter um pouco de felicidade apenas tendo cabelo para exibir por aí. Mas pensando bem é muito melhor você ter dinheiro pra um remédio do que uma peruca na cabeça. É mais importante cuidar do nosso interior e depois damos um jeito no resto!

OBRIGADA!!!!

Continuem espalhando o bem”.

Muito lindo!! Parabéns pelo seu gesto Akemy.

Informamos que, infelizmente, o Hospital Erasto Gaertner não recebe mais doações de cabelo ou peruca por conta de dificuldades de logística. Mas não se preocupe, as doações podem ser destinadas ao projeto Atitude na cabeça. Saiba mais sobre a iniciativa aqui.

Anúncios

Transforme Big Mac em sorrisos

Está chegando a hora de transformar Big Mac em sorrisos. Amanhã, acontece o McDia Feliz em que todos os restaurantes da rede McDonald’s se transformam em postos de arrecadação de recursos em prol da cura do câncer em crianças e adolescentes. Todo o dinheiro arrecadado com a venda do sanduíche “Big Mac” (isoladamente ou na McOferta nº1) será destinado para instituições que trabalham na luta contra a doença.

Aqui em Curitiba, serão beneficiadas a Associação Paranaense de Apoio a Criança com Neoplasia (APACN) e a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Hospital Erasto Gaertner (RFCC).

O evento garante o dia de maior movimento em mais de 600 restaurantes McDonald’s, contando com uma mobilização de mais de 30 mil voluntários. Com os resultados obtidos desde o primeiro ano de sua realização, em 1988, a campanha já reverteu a mais R$ 130 milhões para a causa do câncer infantojuvenil, em mais de 20 estados brasileiros.

Os recursos têm viabilizado a implantação de unidades de internação, ambulatórios, e salas de quimioterapia, casas de apoio e unidades de transplante de medula óssea, entre outros projetos em benefício de crianças e adolescentes com câncer.

Confira o vídeo da campanha publicitária do McDia Feliz, coordenada pelo Instituto Ronald McDonald, que conta com a participação de crianças e jovens que foram atendidas pelo Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer) e/ou hospedadas na Casa Ronald McDonald São Paulo. Ambas as instituições são beneficiadas com os recursos do McDia Feliz.

Não esqueçam: o McDia Feliz é neste sábado (25). Uma forma muito gostosa de ajudar o próximo!!