Hábitos saudáveis para as crianças

Com a correria do dia a dia, ás vezes, esquecemos de cobrar os bons hábitos de nossas crianças. Para que isso não passe em branco, vamos lembrar vocês pais, tios, avós, irmãos mais velhos, padrinhos e madrinhas a ajudar os pequenos como construir uma vida cheia de hábitos saudáveis.

Higiene Bucal: Jamais esqueça dela. Bebês que já passaram da fase de aleitamento materno e consomem comida, já podem escovar a gengiva com uma escova especial que cabe no dedo do adulto. Crianças maiores, que já conseguem segurar a colher na hora de comer, devem escovar o dente pelo menos 2 vezes ao dia e preste atenção na forma que seu filho usa a escova dentária. Para se certificar de que ele não tem dor de dente e cárie dentária, fique atento nos hábitos de sua criança desde a infância.  A criança deve ser ensinada a escovar os dentes pelo menos 2 minutos todos os dias. Ensine à criança que ela deve fazer pequenos movimentos circulares durante a escovação, além da movimento vertical. Explique que ela deve limpar a parte superior, inferior, e também a parte interna dos dentes, bem como a língua.

Lavar as Mãos: Certifique-se de seu filho lava as mãos após chegar da escola, antes das refeições, após o jogo e após a o clube ou piscina.

Espirrar em lenços: Também é saudável ensinar às crianças o hábito de espirrar em lenços, onde posteriormente serão lavadas.

Hábitos de banho: As crianças pequenas podem realmente ser impacientes enquanto tomam banho e se deixá-las decidir, elas não fazem a limpeza completa do corpo (principalmente das partes íntimas) e podem deixar xampu no cabelo.

Sono: Como está mudando nosso estilo de vida, temos o hábito de dormir menos. Essa tendência não é saudável porque as crianças precisam de boa quantidade de sono para o seu desenvolvimento e crescimento. Deixe o seu filho dormir todos os dias, no mesmo horário. Todas as crianças precisam mais de 8 horas de sono diárias, se o seu filho dorme tarde, ele vai acordar tarde, então o melhor é colocá-lo para dormir mais cedo.

Higiene: Um ponto que não pode ser esquecido é que a maior parte dos hábitos adquiridos na infância são levados pela pessoa em toda sua vida adulta

Esporte: Incentive seu pequeno a ter um hobby ou então a praticar um esporte. Um passatempo pode aumentar a criatividade, auto-estima, prazer e realizações.

Vídeo game: aprenda a dizer não. Coloque regras, crie uma rotina, crianças precisam dela. Também limite a quantidade de tempo que as crianças passam a utilizar o computador, ver televisão ou a jogar jogos para no máximo duas horas por dia. Todas as crianças de 2 anos de idade devem participar de pelo menos 30 minutos de atividades físicas moderadas, todos os dias.

Água: Ensine ele a tomar água. De oito a dez copos de água diariamente. Comam alimentos com alta quantidade de água, tais como, melancia, laranja, abacaxi, tomate e pepino.

Hábitos Alimentares: Aprenda a dizer não mais uma vez. A criança que pode comer de tudo sem limites vai abusar das guloseimas e, consequentemente, das calorias. É interessante ter um dia por semana e situações em que os pais possam ser mais liberais.

Evite lanches fora de hora: O ideal é que a criança faça seis refeições por dia e evite beliscar fora dessas horários estabelecidos. Boas opções de lanche são frutas e sucos naturais, sem açúcar.

Não ofereça comida como recompensa: Frases como “coma toda a sopa para ganhar a sobremesa” passam a ideia de que tomar sopa não é bom e de que a sobremesa é a melhor parte da refeição.

Evite castigar: Ameaçar castigos para as crianças que não comem o que os pais oferecem só aumenta o ódio delas pela comida. Por isso, nada de frases como “se não comer a salada, não vai ganhar presente”. Fica difícil para qualquer um gostar de salada dessa maneira.

Seja persistente: Não ceda ao primeiro “não gosto disso”. A criança tem uma tendência a dizer que não gosta de uma comida que ainda não provou. É importante experimentar e exercitar, para tornar o consumo de alimentos saudáveis um hábito desde os primeiros anos de vida.

Não substitua: Muitas vezes, a criança não quer comer arroz e feijão e os pais cedem dando mamadeira. Esse erro é muito comum, e, se seu filho conseguir lhe convencer da troca uma vez, vai repetir essa estratégia sempre.

Varie o cardápio: Não sirva sempre a mesma coisa. Se você oferece muito iogurte para uma criança, ela tende a enjoar. Além disso, faltarão nutrientes em seu cardápio.

Animais: Por fim, dê um animalzinho para o seu filho cuidar, dessa forma ensine-o a ter responsabilidades.

Anúncios

Deixe seu comentário que em breve ele será respondido. Agradecemos sua participação. Muito obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s