Igualdade entre os diferentes

Ontem, dia 30 de julho, nós (Dai e Grazi) apresentamos o nosso documentário “Cantinho Feliz”  para uma turma de pós-graduação, no curso de especialização em psicopedagogia, na Universidade Positivo. Depois da exibição do vídeo houve uma boa discussão sobre a problemática que envolve a permanência de crianças no ambiente prisional. Para quem ainda não viu, o documentário mostra a realidade de crianças, filhas de detentas, que moram em uma creche dentro das dependências da Penitenciária Feminina de Piraquara.

A experiência de compartilhar nosso conhecimento sobre o tema foi de extrema importância e muito gratificante. A conversa e o debate com uma turma grande, de aproximadamente 40 alunos, foi enriquecedora porque foram apresentados diversos pontos de vista baseados em diferentes bagagens sociais e culturais. Contamos e também escutamos várias histórias envolvendo o tema. A troca de experiência e conhecimento foi incrível.

A mensagem que levamos desse encontro é de que tratar as pessoas com igualdade faz com que os caminhos sejam mais interessantes e dignos. Quando olhamos para o próximo e vemos uma pessoa tão igual quanto a nós, abrimos a possibilidade de desenvolver boas relações e nunca esquecer que apesar de tudo o que possa ter acontecido na vida daquela pessoa se trata de um ser humano com sentimentos e sonhos, como qualquer outro…

Cantinho Feliz Parte 1

Cantinho Feliz Parte 2

Anúncios

Deixe seu comentário que em breve ele será respondido. Agradecemos sua participação. Muito obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s